A seleção de elenco para o espetáculo “O Pequeno Príncipe no Cerrado” escolheu o ator Brian Castro como protagonista. Ele foi escolhido dentre 20 inscrições de jovens atores para protagonizar o espetáculo apresentado pela Cia Cenaberta de Teatro, com estréia prevista para o mês de outubro.

De acordo com o artista, a expectativa para a montagem do espetáculo é bem alta. “Sabendo do renome da Cia teatral que está produzindo e pela beleza da obra que será encenada é de se esperar uma belíssima produção. Imagino que será uma montagem cheia de detalhes que irão estimular vários sentidos do público que vai poder se identificar ainda mais com a história, pois a Cia Cena Aberta preza pela valorização das nossas raízes culturais e o espetáculo irá enaltecer o que temos de mais valioso no nosso estado, que é o Cerrado”, afirma Brian.

A seleção foi realizada em duas etapas, sendo a primeira por perfil artístico e currículo e a segunda após uma série de capacitações. “As oficinas de formação foram um presente. Aproveitei muito cada momento com o time de profissionais que conduziram cada encontro com dedicação e generosidade. Todos nós que tivemos o privilégio de participar concordamos que foi uma preparação para toda a vida. Me fez sentir ainda mais preparado e confiante para viver este personagem tão especial”, declarou. Ao longo de um mês, os finalistas receberam capacitações nas áreas de preparação corporal e vocal, práticas de teatro de rua, gestão de carreira artística e até introdução à iluminação cênica.

Perfil
Brian Castro tem licenciatura em teatro e faz especialização em Arte e Educação pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Tem algumas experiências com teatro na escola e curso de cinema e é integrante do coletivo de graffiti Abacaxi Urbano Crew. Autodidata, dedica-se a ilustrações, costura, stencil e estamparia artesanal. “Quando soube da vaga me interessei logo de cara, pois gosto bastante do Pequeno Príncipe. Achei bem interessante a proposta da Cenaberta de criar uma versão adaptada com características regionais e priorizar atores tocantinenses”, conclui o artista.

O diretor do espetáculo, Kaká Nogueira, afirma que a seleção teve o objetivo de avaliar desenvoltura; interpretação; criatividade; comprometimento; interação com a equipe e outros critérios dos artistas, e Brian Castro foi o que mais se adequou aos requisitos.

Espetáculo
Uma adaptação livre de uma das histórias mais lidas da humanidade, o Pequeno Príncipe no Cerrado traz ao cerrado brasileiro essa viagem lúdica, atual e mágica. Buscando entender os mistérios do universo, um jovem de um pequeno planeta bem distante sai em busca de respostas em vários mundos, e se depara no meio do cerrado brasileiro com um piloto de avião que estava caído, e com ele encontrará todas as respostas que faltavam. A realização do espetáculo é da Cia Cenaberta, a direção do ator Kaká Nogueira, a co-direção de Ana Isabel Friedlander e a produção executiva da atriz Bel Gama.

Projeto
Uma produção da Cia. Cenaberta em parceria com a atriz e produtora Bell Gama, o projeto conta com patrocínio da Fundação Cultural de Palmas (FCP), por meio do Fundo Municipal de Cultura (Promic 2019); do Banco da Amazônia, por meio do Patrocínio Cultural Banco da Amazônia 2020 e da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), por meio do Prêmio Aldir Blanc Tocantins 2020.

Ficha Técnica – O Pequeno Príncipe no Cerrado

Realização: Companhia Cenaberta de Teatro
Texto: Antoine de Saint Exupéry
Adaptação Livre: Ana Isabel Friedlander
Direção: Kaká Nogueira

Codireção: Cícero Belém e Ana Friedlander
Produção Executiva: Bell Gama
Elenco: Juliano Gomes, Bia Coelho e Brian Castro
Preparadores de Elenco: Jhon Weiner e Caroline Nogueira
Cenário: Cia. Cenaberta / G.A. / Renato Moura
Figurinos: Carolina Cecília/ Cia. Cenaberta
Iluminação: Lúcio Miranda
Assistência e preparação de iluminação: Thiago Omena
Sonoplastia Exclusiva: Heitor Oliveira e Diego Brito
Ascom: Cinthia Abreu

Deixe uma resposta